10/05/2007

Postura é tudo para sua carreira

Roberto Justus, o publicitário mais famoso do momento, está de volta na telinha para mais uma temporada do bem sucedido O Aprendiz 4. O topete é o mesmo, mas o objetivo do empresário mudou. Agora ele está buscando um sócio, não um empregado para a sua holding.

Desta vez foi mostrado no primeiro episódio, que foi ao ar quinta-feira passada, como foi a peneira dos candidatos. Teve alguns tipos bizarros que de vez em quando passam e algumas surpresas, como o rapaz de 17 anos chamado Wendell Raphael.



O garoto nem colocou os pés na faculdade e já recebeu um presente para o seu futuro: a promessa de Justus em trabalhar numa das empresas do Donal Trump tupiniquim.

O seu projeto não ter sido aprovado, mas ele se destacou por causa da sua postura e certa maturidade em apresentar a sua “agência do futuro”. Basta o sujeito correr atrás de se formar um bom profissional para ter méritos em conseguir uma vaga sonhada e disputada por milhões de estudantes e recém-formados espalhados pelo país.

Um garoto mostrou a muito profissional de atendimento, vendas e afins como a comunicação envolve vários fatores (roupa adequada, projeto bem estruturado, boa dicção, etc) para convencer o seu cliente a comprar a sua idéia.

Depois de aparecer na tv sendo elogiado pelo Justus, imagino que o tal curso técnico de publicidade faça um comercial onde ele será o garoto-propaganda, você não acha?

Caio Costa, do Blogcitário - www.novoblogcitario.blogspot.com

2 comentários:

Alex Gonçalves disse...

Lesgal né... mas sei lá, o Justus parece que mitificou ainda mais a profissão... muita gente acredita nesse conto de fadas... né mermo?

Wendell Raphael disse...

Obrigado pela 'homenagem', rsrs. Quanto ao outro comentário, eu imagino que devemos acreditar no que a gente faz, sem medo de ser feliz.

Às vezes, a gente cai num conto de fadas - e corre o risco de ser feliz para sempre! :-p

Em tempo: Não é que você acertou na previsão? Meu colégio tava querendo me colocar como garoto-propaganda mesmo, rsrs. Mas eu não aceitei, serei publicitário, e não modelo, poxa!