30/08/2007

A volta de velhos conhecidos da propaganda seria uma boa alternativa?

O ano de 2007 será conhecido como o ano onde ícones do passado voltaram à boa forma, como Rocky Balboa e John Mcclane.

Dias desses, fiquei imaginando se ilustres figuras da publicidade brasileira voltassem à ativa fariam bem para as suas respectivas marcas. Será que o casal Unibanco, que já foi vivido por alguns artistas, ainda faria sucesso nas telas?



E se o cachorro dos amortecedores voltasse, será que os saudosistas deixariam cair uma lágrima no canto do olho?



Caso a Sukita voltasse à mídia, será que as aventuras do seu garoto-propaganda mais famoso chamariam a atenção da galera do sofá?



E o passarinho da Zorba? Ainda daria no couro em 30 segundos?



A verdade é que esses exemplos que citei acima são alguns dos inúmeros personagens marcantes criados pelos criativos no decorrer do tempo. Eles eram ótimos nas suas épocas, mas se caso as agências responsáveis pela conta resolvessem tirar a poeira deles, poderia demonstrar falta de capacidade em inovar, de oferecer algo novo para ficar marcada na mente das pessoas.

Caio Costa, do Blogcitário – www.blogcitario.com

Butterfly & Gisele Bündchen




Muitas pessoas nascem com um talento revigorado com uma pitada de sorte, um caso típico foi da modelo Gisele Bündchen, que estava no local certo e na hora certa e sua carreira decolou, não estou colocando em dúvida o talento de nossa maior representante do Mundo da Moda, só acho que a Sorte também deu uma mãozinha (rs)...


Hoje em dia, ela possui um dos cachês mais caros e dizem que tudo que ela põe a mão, vira ouro. Aproveitando esta frase a Vivara não perdeu tempo e lançou a linha Butterfly com a modelo como garoto propaganda, e advinhem o que aconteceu ? A linha Butterfly virou hit de vendas. Fazendo parte da coleção temos a Butterfly em versão ouro branco e diamantes, que custa R$ 5.540 (uau !!!) realmente o que ela toca vira ouro e lucro de vendas....

28/08/2007

Já indiquei aqui no Bloguerreiros o site do Clube de Criação do Paraná, que visito frequentemente. Mas hoje quero apresentar a vocês um artigo muito divertido e atual que muitos profissionais de publicidade vão adorar. O texto "Salvem a Idéia" foi escritor pelo redator Felippe Motta de Curtitiba, leia o texto na íntegra abaixo ou clique aqui para ler diretamente na fonte.

Salvem a Idéia.

Idéia, um nome um tanto quanto esquisito para uma coisinha tão pequena, nasceu às 3h46 daquela madrugada fria de Curitiba. Seus pais, orgulhosos, já esperavam fazia algum tempo sua chegada. Pra falar a verdade, estavam até meio preocupados com a demora. Mas nada disso importava agora. Ela estava ali, frágil, pequena, meio desajeitada ainda, mas com muita vontade de viver.


Era tarde e seus pais, apesar de exaustos, sabiam que não era hora para esmorecer. A partir do primeiro momento, cada segundo seria crucial. Logo, logo, chegariam os predadores e a devorariam, caso não estivesse de pé. Não, seus pais não estavam preocupados, a vida é assim mesmo: ou você anda sozinho ou é devorado vivo.

Mas ela não decepcionou. Após três horas e meia, seus pais finalmente conseguiram fazê-la ficar de pé. Agora, era só esperar os parentes chegarem para mostrar a pequena Idéia para todos. E foi exatamente isso que aconteceu.

Lá pelas 9h, chegou o avô, olhou para ela, abriu um grande sorriso e resolveu que, antes de mostrá-la para os outros, ela deveria ficar mais forte, mais viçosa. Explicou um pouco sobre os perigos dentro da família e sobre o mundo lá fora, falou sobre crueldade e essas coisas. Mas explicou também que, caso ela fosse forte o bastante, cresceria e se tornaria um grande Idéia.

Assim aconteceu, seus pais deram mais um tapas na pequena Idéia. Ela precisava ficar forte se quisesse ter a sua chance de crescer.

Lá pelas 11h, seu avô falou: “Idéia boa é assim, você dá uns tapas e ninguém mais derruba.” Dito e feito! Logo, logo, suas tias chegaram e quiseram ver como andava a Idéia. Tudo ia bem. As pessoas elogiavam a pequena Idéia que, a cada elogio, crescia um pouco. Mas, de repente, ela mancou uma vez. Foi o suficiente. Uma de suas tias, na real a mais chata e mal amada, soltou a seguinte pérola: “Olha, não que a Idéia não esteja boa, mas todo mundo aqui viu que ela mancou uma vez, estou sendo advogado do diabo, mas será que não poderíamos mexer um pouco nela?” Disseram que era pra deixá-la mais forte. Grande erro... Ela voltou completamente deformada. Já tinha perdido o brilho. Mesmo assim, merecia viver e foi pra frente.

Chegou o grande dia! Finalmente, a Idéia havia atingido sua maioridade e iria conhecer os pais adotivos. Estranho, ela havia mudado tanto com o tempo que não fazia mais parte daquele mundo. Precisava de uma nova família. E para que a passagem não fosse tão traumática, seus verdadeiros pais foram juntos para apresentá-la à nova família.

Chegando lá, todo mundo estranhou o ambiente, inclusive a própria Idéia. Pessoal formal, falando coisas que ninguém entendia. Bom, a Idéia havia chegado até ali e agora estava exposta. Mas já tinha atingido a maturidade, estava responsável e até um pouco sisuda. Por isso, de começo, agradou. Recebeu vários elogios e sentiu-se acolhida, finalmente havia encontrado o seu novo lar. O que ninguém esperava era que aquele pequeno charme congênito viesse à tona, justamente naquele momento: de repente, ela mancou. Ela não podia ter feito isso na frente da sua nova família. “Mas, fazer o que? Isso é normal, uma característica única, só ela tem, é de nascença” – disse o pai de sangue.

Nessa hora, as coisas começaram a ficar feias. Um rapaz, novo, esbravejou: “Ela não serve pra gente.” E assim, sem mais nem menos, deu uma rasteira na Idéia, que fez com que ela caísse de boca no chão e ficasse desfigurada pra sempre. Mas ela, como havia aprendido, levantou-se sozinha. Não funcionou! Começaram a mutilar a coitada da Idéia. Seus pais choravam lágrimas de sangue enquanto, impotentes, assistiam a tudo. O fim do cortejo se deu quando expuseram a Idéia, completamente desacreditada, ao chefão da família. Lá de cima do seu pedestal, ele ordenou: “Não é nada disso que eu quero pra minha família. Dê um fim nela.”

Seu pai mais novo não se conteve e, descrente, gritou impotentemente: “Salvem a Idéia!” O grito ecoou no vazio e, assim, acabou a saga da Idéia, mais uma mártir em uma crise que parece não ter fim.

Interatividade é coisa de cinema

Estava pensando sobre a mídia em cinema. Ontem assistindo o filme do Simpsons, pude reparar quão forte é a propaganda do cinema. Ninguém pode pegar o controle e mudar, muito menos vai sair da sala só pra não ver um comercial. Fora que quando o comercial brinca com uma linguagem de filme, fica muito mais legal.

Esse filme em questão, é da TBWA - África do Sul, para o Bi-Xenon da BMW. Muita gente discutindo sobre "Interatividade" e esse comercial em cinema responde tudo... E o melhor, é de 2003, um pouco antigo, não? A tendência era estarmos mais ousados e explorando mais o cinema do que o que temos visto! A não ser a Agência Click que fez um ótimo trabalho de interatividade com o Fiat.

26/08/2007

Que sono!

Essa é uma propaganda recente do Banco Real.





excessivamente longo (2:00 min), com um texto que bombardeia o telespectador com tantas informações que acaba se tornando confuso e um ritmo lento demais, esse filme é, na minha modestíssima opinião, tudo que uma propaganda não deve ser: um tédio total!

25/08/2007

Interatividade pura.

Olá galerinha, mais um artigo aqui no Bloguerreiros e hoje vou falar um pouco sobre interatividade.

Recentemente tenho observado que as agências estão cada vez mais querendo interagir com o público e criando diversos meios para fazer isso acontecer.

Não sei se vocês já viram, mas a Nokia lançou esses dias um comercial em que você pode mudar o som reproduzido apenas utilizando o SAP. Algo que acredito ser totalmente novo na tv brasileira.

Temos também como exemplo o case da Ecko que produziu um outdoor muito interessante, onde através da tecnologia blue tooth seu celular se transformava em um spray de tinta para grafitar num painel disponibilizado por eles.

E falando em outdoor interativo, quem não se lembra daquele criado para o Adobe Creative Suite 3, que possuía sensores infravermelhos que sentiam a presença de pedestres e moviam a slide-bar de acordo com o movimento deles.

É a interatividade tomando cada vez mais conta do mercado.
Quem sabe o que há de vir no futuro?
Quais serão os novos meios de interação que surgiram daqui pra frente?


Confira os cases abaixo:

Comercial Nokia


Outdoor Adobe


Outdoor Ecko


Espero que vocês tenham gostado.

Um abraço.

Bruno Delfino.
http://by-theway.blogspot.com

23/08/2007

Merchandising na tv ameaçado

O Ministério Público está querendo intervir no merchandising que é praticado na tv, principalmente nas novelas.

Saiu na Folha de São Paulo que o procurador da República Fernando de Almeida Martins disse que o merchandising social inserido de forma sutil nos programas ou nas cenas de novelas é ilegal. Ele se baseou no artigo 36 do Código de Defesa do Consumidor, que determina a identificação imediata por parte do consumidor do que seja publicidade.

Quando falamos em merchandising televisivo, na maioria das vezes pensamos naquelas cenas constrangedoras em novelas onde os atores falam de forma totalmente forçada sobre as qualidades do produto x. O cliente deve até ficar satisfeito em ver um global falando sobre o seu produto, mas ele esquece que o “filho” da empresa é um intruso, encarado como um mal necessário para encher mais os cofres da emissora.

Um dos maiores “merchans” feitos em novelas, o da Citroen para a novela “Paraíso Tropical”, que durou nada menos que dois minutos e meio no ar e custou mais de R$ 1 milhão. Os atores que estavam em cena foram Fábio Assunção, Hugo Carvana e Yoná Magalhães, que levaram em torno de 25% do valor da ação como cachê. Já está prevista alguma cenas de Fábio dirigindo o automóvel da marca.

Mas nem todo merchandising praticado em novelas é tão chato e irrelevante. Existe o merchandising social, que levanta a bandeira de causas nobres, como Manoel Carlos e Glória Perez fizeram em algumas das suas novelas. Um das novelas, por exemplo, fez campanhas para encontrar pessoas desaparecidas.

Portanto, eu acredito que o joio do merchandising televisivo deve ser combatido, para o bem dos autores, que não serão mais obrigados a escrever cenas que não tem nada a ver com a trama e também para as marcas, que deixarão de ser encaradas como intrusas no programa favorito dos telespectadores.

Caio Costa, do Blogcitário - www.blogcitario.com

Manchetes são demais

Eu fico impressionado com as manchetes que tentam resumir todo o conteúdo da matéria, em apenas 10 palavras.

Essa notícia da imagem acima é do portal da Globo.com que como vocês podem ler, não dá pra entender nada. Mas se você já conhecia a estória ou até vê a reportagem clicando na manchete, você entende que foi um desastre de avião, onde os tripulantes conseguiram descer do avião que explodiu, e como recompensa ganharam um pedido de desculpas e 100 dólares.

Porém eu mandei pra todos da agência e apenas 1 que viu a reportagem na tv um dia antes, sabia me informar o que a manchete dizia.

Me lembro de outra que foi muito engraçada:

"Warner se desculpa por aumentar os peitos de Emma Watson".
A história é que a Warner foi acusada de aumentar os peitos da garotinha de Harry Potter nos cartazes que anunciavam o novo filme e assumindo o erro a Warner pediu desculpas. Mas há o outro lado do entendimento desta manchete: "Será que eles pagaram para ela aumentar os peitos com silicone? Pra ela ficar mais sexy no filme?"

Tem até uma comunidade sobre manchetes engraçadas: Anão vestido de palhaço mata 8.

Seria cômico, se o assunto não fosse trágico.

Jornalirismo - dica de leitura

Uma dica de leitura indispensável para quem se interessa por publicidade. Washington Oliveto, um dos maiores publicitários brasileiros, escreveu um artigo fantástico no site Jornalirismo, onde além de contar um pouco da história da propaganda nacional, faz uma análise da propaganda brasileira em relação à propaganda argentina. Clique aqui e leia já o texto, é imperdível.

22/08/2007

Novidade: Um Jardim na Mesa do Trabalho


Você por acaso já imaginou ter um verdadeiro jardim na sua mesa de trabalho? Com terra, flôr e tudo mais que tem direito ?

Bom, se você nunca pensou nisso, é porque ainda não conhecia esta mini estufa em formato de ovo que funciona com luzes alimentadas pela USB. O kit vem com tudo que você precisa para começar, incluindo solo artificial e sementes de calêndula. O USB greenhouse vem com um programa para você acompanhar o crescimento das plantas no seu computador, (eita tecnologia boa !!!)


Mais informações: GRENHOUSE


Vía Digital Drops

21/08/2007

Lamentável

O site de histórias em quadrinhos Universo HQ teve, no último dia 17 de agosto, uma matéria plagiada na cara de pau por ninguém menos que o Jornal do Brasil. A nota era sobre a empresa farmacêutica Pfizer, fabricante do viagra, que tinha criado um manga (história em quadrinhos japonesa) em seu site como estratégia de divulgação do remédio contra impotência.

Segundo o site Comuniquese, a matéria do Universo HQ foi republicada com alterações mínimas no JB online e, mesmo depois que o editor chefe do site de quadrinhos Sidney Gusman ligar reclamando, o JB levou mais de 24 horas para retirar a matéria do ar. “A única coisa que ele [o plagiador] fez foi tirar o itálico e colocar aspas. É lamentável. Não é um blogzinho de algum leitor, é o JB Online” disse indignado Gusman, que também trabalha nos Estúdios Maurício de Sousa, criador da turma da Mônica.

De fato as únicas alterações são essas citadas acima, o título diferente e a inclusão da frase "os típicos quadrinhos nipônicos". A reclamação de Sidney Gusman foi feita para a editora do JB Online Aline Freire, que por sua vez a repassou para o Caderno B, responsável pela nota. O repórter e subeditor Marcelo Migliaccio admitiu o erro, no entanto não quis confirmar se publicaria uma nota de retratação. "Já resolvemos com o veículo".

Lamentável, pra não dizer patético, que um jornal centenário e super tradicional como o JB contrate “profissionais” que usem esse tipo de artifício enquanto tantos jornalistas competentes estão desempregados por aí. Esse é o Brasil!

Confira a matéria do Universo HQ

Abaixo, a foto da “matéria” do JB Online”






A parte sublinhada em amarelo é idêntica a matéria do site Universo HQ.

Mais uma?

Talvez seja uma nova moda, ou não. Talvez seja o cansaço de ser "empregado", ou não.
Não sei o que acontece, mas a história é que em 2 anos, a propaganda brasileira recebeu muitas agências novas, fruto de desentendimento ou migração para o Brasil.

Just for remember...

SANTA CLARA, FAMIGLIA, KUARUP, GLÓRIA, BENDITA AGÊNCIA!, MOOD, TARÂNTULA, WOODYSM2, REPENSE e muito mais!

Agora saiu no M&M que está chegando uma nova agência independente, a NITRO. Que chega ao Brasil no fim deste ano.

Haja mercado, hem?

*Update (22/08/07) - Saiu no Blog do Adonis que 3 criativos da DM9 vão formar uma nova agência para este ano.

20/08/2007

'Eu quero uma casa no campo...'

Imagine um dia você acordando com uma luz suave clareando o quarto conforme o seu despertar. E quando você for ao banheiro lavar o rosto, olhar ao espelho e poder ler os lembretes de tarefas a cumprir durante o dia como: '7h00 ir para Fulanu's Entertainment' ou '17h30 buscar a Melissa na escola', entre outras tarefas habituais. Imaginou?

Entretanto, isto não foi nada perto do que foi a exposição em Hong Kong no começo do ano da qual mostrou como serão as casas do futuro bem próximo. E para visualizar a voracidade da tecnologia, alguns tópicos como:

- Seu termômetro medirá a temperatura através do ouvido, lhe dando o resultado imediatamente, e não mais por debaixo do braço como o convencional;
- A balança não lhe dirá só o peso como também a taxa de gordura e hidratação;
- Para as mulheres, a tabelinha será substituída por um telão, onde informará diariamente seu ciclo de fertilidade;

É de uma perplexidade grandiosa que me deixou pasma. Para obter mais informações sobre a exposição e assistir ao vídeo do mesmo, G1 Notícias.

19/08/2007

ARG

Cada vez mais os chamados ARGs (alternate reality game) estão sendo realizados como estratégia de marketing na divulgação de produtos para um tipo específico de público. Um ARG é um jogo que mistura realidade e ficção e são caracterizados por envolver seus jogadores nas histórias, fazendo-os interagir com os personagens, explorar a narrativa e resolver desafios que os ajudarão a resolver um determinado mistério, e assim chegar ao fim do jogo, ou seja, é uma espécie de brincadeira de detetive.

Ainda pouco conhecidos no Brasil, os ARGs são muito populares nos Estados Unidos e Europa. Para resolver o mistério da história, os jogadores precisam compartilhar suas descobertas, buscar senhas e códigos que estão escondidos em algum lugar na web.

O primeiro ARG foi realizado em 2001 para divulgar o filme Inteligência Artificial, de Steven Spielberg. O nome Jeanine Salla, terapeuta de máquinas sensitivas, apareceu discretamente nos créditos de um trailer do filme que foi veiculado na Internet, e causou muita curiosidade. Como não existem terapeutas de máquinas sensitivas, os internautas começaram a vasculhar a rede em busca de informações sobre a misteriosa profissional. Foi então que eles chegaram a uma espécie de realidade "paralela", situada no ano de 2142, retratada em uma série de sites que abordavam questões técnicas, filosóficas e sociais relativas ao tema da inteligência artificial, o mesmo explorado no filme.

Já no Brasil, o primeiro ARG foi desenvolvido para divulgar a marca de creme dental Close-Up. O desafio central da história era revelar a identidade da modelo virtual Sete Zoom. Foram criados sites fakes do fã clube da personagem, e-mails falsos, comunidades virtuais, entre outras coisas para tornal a tal modelo uma celebridade na internet. O ponto alto da história foi a publicação de um ensaio sensual da modelo no site "The Girl", que gerou todo tipo de polêmica. Quando a personagem estava no "auge da fama", uma campanha publicitária foi lançada para comunicar que a marca Close-up tinha contratado a modelo para divulgar suas iniciativas online. Apesar dos ARGs ainda engatinharem no Brasil, esse primeiro projeto foi realizado em 2001, pouco depois do que foi citado acima, criado para divulgar o filme Inteligência Artificial, fazendo assim, com que a história da modelo Sete Zoom tenha sido praticamente o segundo ARG da história.

Um exemplo mais recente e bem-sucedido foi o Lost Experience, que ajudou a manter o interesse aceso do público no intervalo de uma temporada para outra, da popular série de tv que conta a trajetória dos sobreviventes do vôo 815 que caíram numa ilha misteriosa. O jogo contava com a personagem Rachel Blake, que não é da série, e que investiga a sombria Fundação Hanso, sutilmente citada no programa como patrocinadora da Iniciativa Dharma. Ao longo da história, Rachel espalhava códigos que deveriam ser encontrados e, quando decifrados pelos jogadores, se transformavam em trechos de vídeos que contavam mais sobre a fundação e a iniciativa. Mas o ponto alto foi a explicação do significado dos tão famosos números 4 8 15 16 23 42 que aconteceu em um dos vídeos. Como é comum em ARGs, foram criados vários sites para fazer parte da história do jogo. Agência de Design Hi-ReS! os assina.

Os alternate reality games chegaram para ficar e se mostram uma forma eficaz de estratégia para atrair um determinado tipo de público. Existe até um site só sobre o assunto. Quem quiser saber mais acesse o site
www.argn.com

Orkut é ignorado nos EUA.

Apesar do grande sucesso aqui no Brasil, a rede social do Google, o Orkut, não está nem entre as dez redes sociais mais utilizadas pelos norte americanos.
O primeiro continua sendo o My Space, que parece estar sendo ameaçado pelo recente FaceBook, que vê avançando o conquistando cada vez mais usuários de internet.
As redes sociais estão sendo uma das maiores febres entre os adolescente e até mesmo grandes executivos, e isso não ocorre só nos EUA, mas também aqui no Brasil e em outros países, da Europa e Ásia.
Redes sociais entendem sua participação entre o instinto de relacionamento entre as pessoas.
O YouTube, outra ferramenta da web 2.0, teve 55 milhões de visitantes, contra 17 milhões do segundo colocado, o MySpace Videos.

Confira a lista dos dez sites de relacionamento mais populares entre os americanos:

1. MySpace.com - 61,2 milhões de usuários
2. Facebook - 19,5 milhões de usuários
3. Classmates Online 12,6 - milhões de usuários
4. Windows Live Spaces 8,8 - milhões de usuários
5. AOL Hometown 7,2 - milhões de usuários
6. Reunion.com 4,0 - milhões de usuários
7. Club Penguin 4,0 - milhões de usuários
8. LinkedIn 3,9 - milhões de usuários
9. AOL People Connection 3,7 - milhões de usuários
10. Buzznet.com 3,3 - milhões de usuários



Fonte: TNow

18/08/2007

Pequenas Fábricas.

Olá pessoal, cá estou eu para mais um post aqui no Bloguerreiros e hoje vou falar sobre algumas propagandas que tem me chamado a atenção.

Vocês provavelmente devem se lembrar da "Happiness Factory", o comercial da Coca-Cola criado pela JWT e que faturou o leão de prata no Festival de Cannes. Recentemente, com o lançamento da segunda versão da fábrica da Coca-Cola percebi algo interessante: a criação de comerciais onde são mostradas pequenas fábricas por trás das coisas. Temos como exemplo os comerciais Head do Playstation 2 e o Music Machine feito para a cerveja Guinness que seguem praticamente a mesma linha de pensamento.

Não sei se esses tipos de comerciais estão sendo criados devido ao grande sucesso da Happiness Factory, mas que cada vez mais agências estão apostando na computação gráfica e animações 3D em suas produções isso é verdade, pois o consumidor atual está mais familiarizado com a tecnologia do que antigamente.
Pode ser que venha mais coisa por aí.

Confira algumas "pequenas grandes fábricas" abaixo:

Coca-Cola - Hapinness Factory Vol. 1


Coca-Cola - Hapinness Factory Vol. 2


Cerveja Guinness - Music Machine


Playstation 2 - Head


Até o próximo post.

Um Abraço.

Bruno Delfino.
http://by-theway.blogspot.com

A ilha das flores

Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ninguém que não entenda." (Ilha das flores).

Um ácido e divertido retrato da mecânica da sociedade de consumo. Acompanhando a trajetória de um simples tomate, desde a plantação até ser ... jogado fora, o curta escancara o processo de geração de riqueza e as desigualdades que surgem no meio do caminho.

Parte 1



Parte 2




Ficha Técnica Produção Mônica Schmiedt, Giba Assis Brasil, Nôra Gulart Fotografia Roberto Henkin, Sérgio Amon Roteiro Jorge Furtado Edição Giba Assis Brasil Direção de Arte Fiapo Barth Trilha original Geraldo Flach Narração Paulo José

Prêmios Urso de Prata no Festival de Berlim 1990 Prêmio Crítica e Público no Festival de Clermont-Ferrand 1991 Melhor Curta no Festival de Gramado 1989 Melhor Edição no Festival de Gramado 1989 Melhor Roteiro no Festival de Gramado 1989 Prêmio da Crítica no Festival de Gramado 1989 Prêmio do Público na Competição "No Budget" no Festival de Hamburgo 1991

17/08/2007

File - São Paulo

NET-ART, VIDEO-INSTALLATIONS, INTERACTIVE WORKS, GAMES, ROBOTIC PERFORMANCES AND BEYOND.


Mais um evento super bacana que pousou aqui em Sampa, no dia 13 de agosto, e que pretende ficar até o dia 9 de setembro, para alegria de muitos fãs de interativida. O nome do evento é, FILE - Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, evento este que promove sua oitava edição na Galeria de Arte do SESI, com instalações, performances, screenings, documentários e palestras com artistas e intelectuais de 30 países. O FILE, com entrada franca, promove um dos maiores eventos do gênero no Brasil, exibindo o que há de mais atual na recente produção de Arte & Tecnologia mundial.



Uma das apostas do Festival é a File Media Art.


Imagine uma internet que não seja só de lojas on-line, serviços de homebanking, emails e grandes portais. As novas mídias podem ser muito mais que somente sua função original. A Mídia Arte mostra como "amolecer" a rigidez da funcionalidade e criar um ambiente de criatividade e problemáticas artísticas. Este universo, muito menos pragmático que aquele do uso comum da rede, está disponível a poucos cliques de sua página inicial. Descubra como desconstruir as rotinas e participar de um movimento cultural globalizado em Mídia Arte.


Pretendo estar lá este final de semana...

16/08/2007


Estréia amanhã, sexta-feira, no PORTIFÓLIOPUBLICITÁRIO uma nova coluna semanal. Sexta--feira Cool, que como o próprio nome já diz vai à rede todas as sextas-feiras trazendo sempre novidades da música, cinema, literatura, arte e cultura pop. O objetivo é aumentar o repertório cultural dos leitores do blog, pois acredito que a variedade cultural é uma das principais fontes de inspiração para a criatividade. Um dos pontos bacanas do Sexta-feira Cool é a interatividade dos leitores que vão poder contribuir para que a coluna fique recheada de cultura. Não percam a estréia amanhã.

TV a cabo, prato cheio para as mentes criativas

Há pouco tempo entrei no mundo maravilhoso da TV a cabo. Além das várias opções de programas de qualidade, percebi que os comerciais de lá também são diferenciados e altamente divertidos. Um exemplo é este vt da Escola Pan-Americana.



Talvez por ser um serviço voltado para as classes A e B, os criativos tenham maior liberdade em ousar, em colocar no ar peças diferenciadas aos que são veiculados na TV aberta.

Além disso, existem programas dedicados à nossa profissão, como o Ad Persuasion, no canal 93 e Na Hora do Intervalo, no Multishow, se não me engano. No primeiro, grandes criativos do mundo comentam determinada campanha que deu o que falar. O segundo ainda não assisti todo, mas percebi que a apresentadora exibe as peças por temas, sem fazer nenhuma análise crítica sobre eles.

Realmente um prato cheio para alimentar a sua criatividade, além deste e outros blogs que você lê por aí.

Caio Costa, do Blogcitário – www.blogcitario.com

15/08/2007

Mtv cria Pimp My Ride Brasileiro


Se o seu carro esta um caco suas prestes foram atendidas !


Para concorrer com o Lata Velha Programa do Luciano Huck que arruma e incrementa o seu carro, conhecindo como Tuning ou "tunado" a MTV decidiu criar o Pimp My Ride no Brasil, as oficinas que já toparam participar em acordo com a emissora, são: Carangos e X-Race. O Programa será apresentado pelo vocalista do Matanza. O mais legal desses programas que estão atraindo milhares de telespectadores pelo mundo é que além do serviço de reparo, e turbinadas á parte, as oficinas analisam o Perfil do Candidato e sempre criam uma novidade no carro para agradar o dono, tais como: videogame, mini-sinuca,etc...


Já que estamos falando de Carros Tunados, vamos pular para motos invenenadas, a família de arquitetos do Reality ShowAmerican Chopper virão para o Brasil para entregar uma moto feita para o centenário de Oscar Niemeyer (que chique hein !!).




14/08/2007

ComCon

“Se o meu produto ou serviço deve ser consumido, a comunicação da empresa também deve ser desejada e consumida”



Essa frase foi dita por Flávio Rozemblatt, sócio e diretor geral da Selulloid Ag, primeira agência de comunicação por conteúdo do Brasil. Ela resume uma das principais tendências que nos mostram como deve ser a comunicação no futuro e que já começou a ser posta em prática obtendo ótimos resultados.

A agência de comunicação por conteúdo trabalha permanentemente identificando necessidades e oportunidades, criando e propondo formatos inovadores e sugerindo novas ações para se comunicar com os públicos. Apresenta soluções de criação e inovação, planejamento, interação, produção e avaliação de resultados. Até aí nada de novo, afinal qualquer agência faz isso. A diferença é o modo como a comunicação é apresentada ao público. A boa é velha estratégia “Push” (empurrar a comunicação para o target) é substituída pela “Pull” (seu público-alvo procura sua comunicação simplesmente porque gosta dela).

Esse tipo de filosofia é uma tremenda quebra de paradigma no que diz respeito a maneira como a propaganda sempre foi feita, e isso se deve a uma série de fatores, que vão desde a multiplicação do número de informações que uma pessoa recebe diariamente até a queda do valor e demanda dos espaços publicitários tradicionais de massa. Verbas que antes eram destinadas a televisão cada vez mais estão sendo repassadas para eventos, marketing direto, relações públicas, entre outras ferramentas antes relegadas a coadjuvantes do bom e velho horário nobre da tv.

O objetivo da comunicação por conteúdo é justamente tirar uma marca do intervalo e transformá-la na atração principal, pois só assim ela proporcionará as pessoas algum tipo de experiência que é útil, informativa ou divertida e é exatamente isso que levará um determinado tipo de público a procurar a comunicação de uma marca e não apenas ser “obrigado” a vê-la. Quem tem de fato a atenção do público é a mídia e a marca só pega carona. As estratégias de Comcon buscam transformar a marca em mídia e com isso conseguir que a mensagem de um produto/serviço também seja desejada e consumida pelas pessoas. Para conseguir isso é preciso juntar interesse do target desejado e narrativas da marca.

A Selulloid AG é a primeira agência de conteúdo da América Latina filiada à Branded Content Marketing Association (BCMA), entidade inglesa que reúne empresas, agências e profissionais que atuam com Comunicação por Conteúdo. Empresas como a Oi, a Vale do Rio Doce, o Banco do Brasil, a Gerdau, o Unibanco, a Michelin, a Brasil Telecom, a Nestlé, a Grendene, a Coca-Cola e a Mercedes Benz já desenvolvem soluções de ComCon com a Selulloid AG.


Que trabalho duro

Saiu no CCSP:

"A partir do dia 19 de agosto, quando comemora 38 anos, a Embraer oficializará sua nova logomarca.
A modificação não altera a essência da tradicional e tem por objetivo proporcionar maior destaque ao nome Embraer, por meio de um equilíbrio mais harmônico entre este - posicionado à direita e o símbolo "E" (estilizado segundo a silhueta de um pássaro) - à esquerda.
O logotipo passa a ter dimensões duplicadas, comparando-se com o original.
A logomarca da Embraer foi criada por ocasião da sua fundação, em 1969, por José Maria Ramis Melquizo, pintor espanhol naturalizado brasileiro."


Eu resolvi postar sobre isso pra saber se alguém consegue abrir meus olhos... eu não ví diferença nenhuma no logo! Acho que a reconstrução foi o cara pegar a logomarca e selecionar só as letras e aumentar proporcionalmente...

Sei lá...

Patrick Hanlon


Indispensável! É assim que eu qualifico essa entrevista de Patrick Hanlon ao Clube de Criação de São Paulo. Patrick é CEO e fundador da Thinktopia e recentemente teve seu livro "O segredo das marcas desejadas" lançado aqui no Brasil.

A entrevista é fantástica e bastante interessante não só para quem estuda publicidade ou marketing, mas para qualquer um que se interesse por marcas e pelo fascínio que elas provocam. Abaixo uma parte da entrevista:

Clubeonline: A Thinktopia utiliza os conceitos de "marca primordial" e de "código primordial". Gostaria que o sr. explicasse esses termos e qual o papel deles para que haja um sentimento de identificação por parte do público com relação a uma marca.

Patrick Hanlon: Nós queríamos saber por que as pessoas usam o Google, embora o Google não anuncie. Starbucks não faz propaganda e todo mundo vai lá. Era óbvio que alguma coisa estava atraindo as pessoas e estava além do escopo de alcance da publicidade. Com o tempo, descobrimos que as marcas que as pessoas adoram, como Apple, Coca e outras, não são simplesmente marcas. Elas são sistemas de crenças.

Clique na imagem e leia a entrevista inteira na página do CCSP, você não vai se arrepender.

13/08/2007

O Tio da Sukita

Passeando pelos blogs e Revistas do meio, acabei encontrando o Case de Marketing da Sukita, adotado como O Tio da Sukita, case este que foi um sucesso em 2000 e originou vários filmes dando continuidade ao primeiro e deixando o "tiozinho" cada vez mais com água na boca !
Vía Revista Publicitta.
O lançamento de Fanta, pela Coca-Cola, no pós-guerra, pôs nas prateleiras do varejo e nas geladeiras de bares e restaurantes, que os fabricantes chamam de ponto de dose, os refrigerantes de sabor laranja, com forte e mais doces, que faziam a alegria de crianças num tempo em que os gaseificados não enfrentavam restrições da área de saúde, como hoje, especialmente quando a obesidade se tornou um problema em vários países incluindo o Brasil. Ainda assim, o País é o melhor mercado global para Fanta.

E foi a força desse tipo de refrigerante que levou a Brahma a lançar em 1976, a marca Sukita na embalagem retornável de 290ml. O objetivo era o de satisfazer as preferências do público infanto-juvenil, apreciador de bebidas com coloração forte e sabor mais adocicado. Em ritmo de crescimento, em 1988 foi lançada a embalagem descartável de 250ml e, no ano seguinte, a embalagem plástica descartável PET de 1 litro. Sempre pensando em atender às expectativas dos consumidores, em 1996, a lata de Sukita teve seu visual modificado e foi lançada também a embalagem PET 2 litros.

Em 1999, a marca chegou ao mercado nacional de roupa nova, um visual diferenciado e moderno direcionado ao público jovem. O novo layout fazia parte da estratégia global da AmBev no reposicionamento da marca após a fusão com a Antarctica, que era dona do Pop Laranja. Sukita então voltou à mídia, apostando no bom humor, com a campanha do “Tio” e o slogan “Quem bebe Sukita não engole qualquer coisa”.

Neste mesmo ano foi lançada a versão Light do refrigerante com o slogan “O melhor da laranja para quem não engole qualquer light”. A marca ingressou em 2000 comemorando o sucesso publicitário alcançado em 1999 e invadiu as praias do litoral paulista com promoções diferenciadas. Durante todo o verão, uma equipe de promotores, uniformizados com o logotipo da Sukita e em carro personalizado, realizou blitz nos pontos mais badalados da cidade, abordando o público, ao vivo, pelas rádios locais participantes da promoção.

Em maio, a marca voltou à cena com um novo filme muito divertido, estrelado pelo casal mais popular da publicidade: o “tio” (Roberto Arduim) e sua vizinha adolescente (Michelly Machri). Em setembro, a embalagem da Sukita ganhou novo design e as latas de 350ml chegaram ao mercado mais laranjas do que nunca, com logomarca nas cores verde e branco e uma laranja estilizada. A campanha do "tio Sukita", criada pela agência de publicidade Carillo, Pastore, fez tanto sucesso que está até hoje na memória de muitos. O refrigerante, que não é o principal da carteira da AmBev, que tem o Guaraná Antarctica e acordo com a Pepsi, ainda, neste ano de 2007, se beneficia da memória que o consumidor tem da bem humorada campanha do tio.

É outro caso de marketing onde uma bem estruturada e divertida campanha publicitária foi capaz de dar vida e mídia a um produto ainda sem posição das mais definidas de mercado.






12/08/2007

Mad Men

Estreou no mês passado nos EUA a série Mad Men, do mesmo produtor de "Sopranos", que fala sobre a dourada e glamurosa época(1960) que o mercado publicitário era sinônimo de luxo, e não estou falando de prêmios.
Mulheres bonitas, bebidas destiladas, cigarros e gente poderosa, era assim naquela época, mas o mais interessante não é isso.
O Patrocinador da serie 'Mad Men', sobre os publicitários da Madison Avenue na Nova Iorque dos anos 60, é o uísque Jack Daniel's, empresa esta que está sendo acusada de violar o código que rege a publicidade do setor de bebidas alcoólicas ( EUA). O seriado tem em seus roteiros situações de sexo, consumo de cigarro e álcool e também de assedio sexual. O grupo Commercial Alert protocolou queixa junto a entidade que representa os fabricantes de bebidas alcoólicas.
Interessante é ver as reações da publicidade, da ética hoje, a quase "censura" sobre a publicidade/mídia, bem sobre um programa que trata sobre este mercado. Engraçado ainda mais, já que nos Estados Unidos a censura sobre as formas de comunicação são raríssimas, bem vemos sua plena democracia que reina por ali.

Parece até um marketing irônico!



Confira o trailler abaixo:



Gabriel Jacob | ADivertido 2007
adivertido.blogspot.com

Santo viral Batman!




Essa foto faz parte da campanha viral que vem sendo realizada para divulgar o filme The Dark Knight, seqüência do bem-sucedido Batman Begins. Mas o protagonista dessa estratégia não é o homem-morcego, e sim seu aqui-inimigo Coringa, personagem que dessa vez será interpretado pelo ator Heath Ledger. O hotsite ibelieveinharveydenttoo.com, que inclusive nem está mais no ar, foi o primeiro a ser criado. Nele aparecia a foto da candidatura de Harvey Dent (personagem de Aaron Eckhart, que no futuro se transforma no vilão Duas Caras) a promotoria pública de Gotham City e, logo depois, a primeira foto oficial do rosto do novo coringa.




O próximo passo incluiu a Comic Com, famosa feira de quadrinhos, filmes e séries que aconteceu em San Diego. Um novo site foi criado para instigar os fãs e fazê-los "interagir" com o Coringa. No Whysoserious.com os internautas deveriam descobrir uma série de códigos e palavras-chave que os fariam descobrir coordenadas que levavam justamente a San Diego. No site um anúncio dizia: "Se você não tem nenhum amigo, considere contratar um, além de comparecer ao local exato da seleção antes que a contagem regressiva termine".

E outro completava: "Leve seu senso de humor, mas não se preocupe, nós fornecemos o sorriso". Tratava-se de nada menos do que uma seleção de emprego para o cargo de capanga do Coringa, que estava recrutando pessoas com "mente aberta, forte compasso moral e habilidade para improvisar" como dizia o anúncio. Segundo o site Omelete, a campanha viral do filme está sendo desenvolvida pela 42 Entertainment.

Do viral para a Guerrilha

Quando chegavam aos arredores da Comic Com, encontravam na rua notas de 1 dólar como essa da foto abaixo





Enquanto isso um número de telefone aparecia escrito no céu deixando todos curiosos e fazendo-os ligar na mesma hora para saber do que se tratava








Ao ligar ouve-se a voz de um refém que parece estar sendo coagido a ler uma mensagem.
"Alô? Alô? Alguém pode me ouvir? Por favor, por favor, ajuda.
BANG!
Ok, ok, eu vou ler, eu vou ler.
Quantos palhaços são necessários para conseguir uma boa risada? 401.
Eu, eu... eu não entendo... essas piadas não são engraçadas... eu não...
BANG!
Por favor, por favor, eu vou continuar, eu vou continuar!
Se você quer ser parte de minha equipe você vai precisar provar que você está pronto para o desafio. Diga a seu lacaio em casa que a primeira senha é "INSIDE JOKE." Se ele participar ele vai ganhar algo também. Lembre, isso nào é uma corrida. Verdadeiros escroques fazem com estilo, não velocidade.
Uma piada final: Qual vai ser a última coisa que eu vou dizer? Não, não espere! Espera! Não! Não faça!
BANG!


Depois de alguns minutos surge no céu um...




O Batman que se cuide!

11/08/2007

Mídia Interativa.

Fala pessoal. Primeiramente peço desculpas por não postar ontem, pois não tive tempo. Hoje vou postar um artigo bem legal sobre mídia interativa.

A internet está crescendo muito ultimamente e o mercado publicitário tem explorado cada vez mais a interatividade que a rede pode proporcionar. Recebi por e-mail um artigo muito interessante feito pelo Moacyr Netto, onde ele não cita verdades absolutas na hora de criar uma campanha on-line, mas diz algumas dicas que podem nos ajudar a ganhar mais credibilidade e originalidade durante a realização de um projeto.

Vale a pena dar uma lida:

“Não acho que exista uma receita para criar uma ação de sucesso na
internet. Particularmente, não acredito em fórmulas e a graça do nosso
mercado está justamente na velocidade com que ele muda a cada dia.

Contudo, alguns pontos para discussão podem ser levantados, reunindo
coisas que aprendemos ao longo da carreira e que podem ser úteis, de
forma despretenciosa e sem encerrar o tema por aqui.

1. Faça mais do que uma campanha online
Divirta seu público. Encontre uma brecha no briefing para uma
abordagem diferente. Tenha uma grande idéia, simples, fácil de
entender e que dê vontade de espalhar. Depois pense na melhor forma de
contá-la: hotsite, banners, vídeos virais, e-mail marketing, ações de
guerrilha, instalações, print, tv mobile, etc... Não existem fronteiras
entre as mídias na cabeça do consumidor. Por que deveria haver nas
agências? Abra um diálogo com seu consumidor. Escute, aprenda com ele.
Ele não é mais receptor, é parte da mensagem. Por que bombardeá-lo com
fatos sobre seu produto? Conquiste, não estupre.

2. Arrisque

Idéias que ninguém tentou normalmente trazem uma percepção de alto
risco. Mas o grande risco talvez seja, na verdade, o de fazer algo
comum e não ser notado. Arrisque, sempre.

3. Busque enriquecer seu processo criativo
Pesquise o assunto em questão e seus temas relacionados ou não. Leia
livros sobre curiosidades, estude outras culturas, observe as pessoas.
Pergunte ao cliente coisas que ele não falaria espontaneamente. Tenha
um caderno de anotações com idéias e interações não usadas. Lembra
daquele filme de Coca-Cola, com o elefante nadando no fundo do mar?
Antes de virar propaganda ele era só uma cena de um documentário.
Enfim, encha a sua cabeça. E depois desencane. Vá ver um filme,
namorar, jogar bola. Deixe seu cérebro trabalhar pra você e só pegue
no lápis no outro dia.

4. Cave mais fundo

Não sou fã de metáforas, mas... pense na grande idéia como um tesouro
enterrado numa ilha cheia de piratas. Sua cultura define o tamanho da
sua pá. O briefing define onde começar a cavar. E seu critério do que
vem a ser uma grande idéia define a hora em que você deve parar.
Durante sua jornada, você vai encontrar diversos baús no seu caminho.
Muitos deles resolveriam seu problema no curto prazo. Só um pode mudar
sua vida. Continue cavando até encontrá-lo.

5. Fique de olho nos caminhos que deram certo
Em seguida, ignore completamente os caminhos que deram certo. Se
alguém já fez, por que você vai fazer? Boas idéias são como portas que
só se abrem uma vez. Se alguém já passou por uma porta, procure outra.
Resista. Você vai ver como é boa a sensação de fechar uma porta bem
fechada.

6. Crie para o consumidor, não para o cliente
É relativamente fácil agradar um diretor de marketing. Coloque o
produto em primeiro plano, encaixe uma interação engraçadinha e,
pronto: hora de pensar no fim de semana. Difícil mesmo é criar uma
campanha com a qual o consumidor se identifique a ponto de mudar o seu
comportamento. Algo que mexa com ele. Só para exemplificar, estive em
Cannes esse ano e acho que os hermanos argentinos têm feito isso muito
bem na TV. Enquanto nós vendemos produtos, eles vendem boas histórias.
Nós fazemos dinheiro e, eles, marcas.

7. Respeite prazos e verbas, sempre que possível

Atividade nenhuma prospera sem equilíbrio. Um músico, por exemplo. Se
o cara só faz rock and roll, é careta. Se só faz sexo, é tarado. Se só
usa drogas, é junkie. Se ele faz as três coisas, é um "rockstar". No
caso de um webstar, o trinômio sexo, drogas & rock and roll muda para
custo, prazo & qualidade criativa. A imagem de um bom trabalho é um
triângulo perfeito. Se algum desses vértices falhar, a coisa entorta.
A banda desafina. E o cliente decide fazer seu show em outra casa.

8. Fique atento a novas tecnologias

Acredite, o mundo é dos nerds. Enquanto você perde seu tempo com esse
texto, os inventores do Google escolhem um iate novo. Preste atenção
em cada novo aplicativo, interação ou linguagem. Essa é a grande
vantagem do nosso meio. Podemos casar novas tecnologias com conceitos
bacanas para nossos clientes, fazendo a marca sair na frente de todo
mundo. Seja um profissional "versão beta", sempre aberto a melhorias e
inovações.

9. Menos é mais
Na hora da execução, esqueça os efeitos, animações e firulas. Não
deixe nada entre o consumidor e a idéia. Apenas passe seu conceito da
maneira mais forte e clara possível (exceção apenas para os casos
raros em que as firulas representam a idéia em si).

Parafraseando Pascal, desculpem-me por esse texto tão longo. Tivesse
eu mais tempo, ele teria sido muito menor.

10. Item eliminado em função do item anterior


É isso aí. Espero que vocês tenham gostado.


Um abraço.

Bruno Delfino.
http://by-theway.blogspot.com

Compare tudo

"Tudo o que é rigorosamente proibido é ligeiramente permitido."(Roberto Campos)

O Compara Tudo é um site que como o próprio nome diz pode-se comparar de tudo, de tudo mesmo, qual o melhor time de futebol, Qual banda de rock é mais famosa, Qual o artista brasileiro mais famoso e etc...É uma excelente ferramenta para curiosos, estudantes, pesquisadores, profissionais e etc... Vale a pena dar uma conferida.

Fonte: http://www.brasilsource.blogspot.com/

10/08/2007

A Gosto do Papai, Claro!

Ô, belezuuuura!



Uma homenagem singela àqueles heróis. Parabéns!

Os dados sobre pornografia na web

09/08/2007

Jeep, passeando pela história

O Jeep lançou uma campanha para comemorar as suas mais de seis décadas de estrada. Os criativos da Cutwater colocaram o veículo para passear na história, contando com presenças ilustres como Elvis Presley e Locke, de Lost.



Caio Costa, do Blogcitário - www.blogcitario.com

08/08/2007

Propaganda chocante

Faz tempo que esse comercial está na fila para ir ao ar, e por alguma razão acho que essa é a ocasião ideal para compartilhar com todos.

Muito bem, esse filme francês me chamou muito a atenção pelo seu fortíssimo apelo -e com o velho objetivo de conscientizar as pessoas a dirigir com mais responsabilidade, a idéia foi chocar o telespectador. Depois de ouvir a voz da criança dentro do carro, não tenho dúvidas que eles conseguiram isso.

07/08/2007

Dupla de Criação

Uma boa dica para quem esta procurando um estágio em alguma agência bacana. O site Dupla de Criação é destinado a diretores de arte e redatores que desejam mostrar seu portifólio para muita gente. Funciona assim, você envia teu portifólio pros caras e eles o encaminham para as agências cadastradas, também é uma boa para agências que estão atrás de novos talentos. Para a galera que esta estudando tai uma boa dica para ingressar no meio. clique na imagem para visitar a página

Outra dica! nessa Sexta estréia uma nova coluna no blog Portifólio Publicitário, a intenção é alimentar a cultura e incentivar a criatividade dos visitantes do blog, a coluna terá como ponto forte a interação com os leitores. Não perca!

Camiseteria

Vocês já devem ter ouvido falar e até visitado o site.

No post de hoje eu só queria recomendar este site e as estampas criadas. Quem gostar de ilustrar é um bom passa-tempo criar estampas e participar do site.

Uma das estampas que eu mais gosto é essa:

É isso aí, visitem agora: www.camiseteria.com.

06/08/2007

Tem link pra tudo na vida !


A Web é muito mais ampla do que imaginamos, existem cada links !!! Vejam uma lista de links novos que estão rolando na web, vale a pena conferir...alguns úteis e outros fúteis !






Nada de digitar, email falado. Você grava a mensagem de email em MP3 e manda o anexo !

Puro Consumismo Você encontra as roupinhas badaladas da estação, vestida inclusive por famosos !

Música Você cria sua rádio e ainda indica aos amigos e ouvintes.

Filmes Indique os seus Filmes favoritos.

Tv na web (que tal criar seu próprio programa de tv e ainda faturar ?)

Google Melhorado um serviço de busca onde você fala pra pessoas de verdade o que você está procurando, e eles acham pra você.





05/08/2007

Blogs versão 2.0


Na última semana saiu uma matéria muito interessante no caderno Link do Estadão, caderno este que trata de assuntos ligados a tecnologia e informática, todas as segundas.
No artigo publicado pelo jornalista Filipe Serrano, acontece uma boa abordagem sobre as novas técnicas e artifícios para tornar seu blog mais interativo e consequentemente fazer com que seus leitores permanecam mais tempo navegando na sua página.
A grande revolução da Web 2.0 não descarta o interesse em blogs, como ferramentas atuais, muito utilizadas para quem queira compartilhar assuntos variados.
Acompanhe aqui alguns trechos da matéria do Estadão, e saiba como os widgets são importantes para uma ascenção do blog.

-----------------------------------------------------------------------------------

Se na web 2.0 a internet é mais uma rede de pessoas do que de computadores, os blogs não poderiam ficar de fora. Com ferramentas conhecidas como “widgets”, blogueiros de plantão já conseguem tornar a página mais interativa e eficiente para atingir o gosto do público.
Os “widgets” são mini-aplicativos que rodam dentro do seu blog. Assim como o RSS, que permite você ler blogs e notícias sem acessar o site diretamente, os widgets usam a mesma lógica para levar serviços de outros sites para dentro dos blogs.
Tradutores, mapas, mural de recados, botões de recomendação e até player de música são alguns exemplos.
Estudante de psicologia, Marcos Donizetti, 31 anos, é blogueiro desde 2004 e vê grandes vantagens em inserir ferramentas no blog. “Blogar é diálogar e os widgets ajudam os leitores a transmitir o conteúdo pela web. Isso traz credibilidade e simpatia pelo blog”, diz. O blogueiro também cita outra utilidade dos acessórios. “Quanto mais ferramentas úteis o blogueiro coloca, mais tempo o leitor vai ficar na página. É bom porque o jeito de medir a audiência dos sites está mudando. Vai ser mais pelo tempo das visitas do que pela quantidade ”, afirma. Mas, é preciso tomar certo cuidado para não sair enfeitando a página demais. Para funcionar, os widgets se conectam a outros serviços na web.
E quando alguém abrir seu blog vai na verdade carregar outros sites ao mesmo tempo, o que deixa seu blog lento e pesado. “Se demorar para carregar, o leitor foge. E nem todo mundo tem banda larga”, lembra Donizetti.Por exemplo, no começo Donizetti escrevia sobre música, mas o Hedonismos (www.interney.net/blogs/hedonismos/) - nome do seu blog - hoje também trata de cinema, literatura e serve para publicar contos e crônicas que ele cria. Então, ele só vai incluir os acessórios úteis para o tipo de leitor do blog.

A gaúcha Danielle Koetz, 26, costuma publicar mais textos, fotos e vídeos de humor e complementa: “Meu leitor não é tão ligado em tecnologia, então não é legal colocar ferramentas complicadas. O contato com o visitante é importante, mas tem que cuidar para não deixar o blog parecido com uma árvore de natal”.

Portanto temos que tomar cuidado, e sermos cautelosos, porque em um blog, o termo "menos é mais" também tem que ser levado a sério.

Uma ótima semana a todos!

Gabriel Jacob



04/08/2007

A caminho da felicidade

"O segredo da felicidade está em olhar todas as maravilhas do mundo e nunca se esquecer da sua missão ou do seu objetivo." (Frase sobre felicidade).

Vou mudar um pouco o tema hoje e em vez de falar sobre tecnologia vou falar um pouco sobre a vida, no qual a minha tem sido corrida o que tem dificultado de escrever para o bloguerreiros, pois ando sem tempo :

Muitos querem o seu lugar ao sol e isso significa um longo e difícil caminho a ser percorrido para um dia finalmente poder alcançar a tão desejada felicidade profissional e financeira.





Existem três caminhos que pode levar uma pessoa a concluir o seu objetivo condutor, são eles:

Nascido com a bunda virada pra lua: Desculpa o termo mais esse é o mais correto para falar de um individuo que simplesmente tem a sorte grande, ele não precisa nem se esforçar muito que as oportunidades aparecem em um piscar de olhos, ele é o predestinado (estilo o Neo do Matrix) e depois da Mega Sena nunca mais precisou trabalhar.
Deus zela muito por essa pessoa ou o Diabo cuida dos seus filhos, esse é o caminho que provavelmente você e a vasta maioria das pessoas não se encontra, mas as vezes quando menos se imagina esse caminho aparece na sua vida.

Você é o Kra: A pessoa simplesmente tem talento nato, nasceu para fazer aquilo melhor do que todos, simplesmente um gênio. Alguns músicos e artistas famosos, empreendedores que antes disso trabalhavam em barraquinhas e que agora tem um império estão nessa categoria.
As vezes ajuda por estarem no lugar certo na hora certa ou é muito talento mesmo, não tendo precisado nem pegar num livro ,será que eles também tem a bunda virada para lua ?
Existem aqueles que também pensam que são o kra, mas que na verdade não tem talento nenhum, tem é sorte mesmo, não passando de um charlatão e dessa forma não se enquadrando nessa categoria e sim na primeira que foi citada.

O Inteligente e/ou esforçado: E aqui estamos nós, os meros mortais que acorda bem cedo para trabalhar e estudar, engolir a bronca do chefe, dormir mal e enfrentar aquele transito infernal, sendo que tem que persistir e não desanimar jamais.

E com muitíssimo suor e dedicação e uma pitada de tempero dos dois caminhos citados acima se alcança a tão sonhada satisfação pessoal e profissional.

É claro que o nosso querido sistema político, mais conhecido como capitalismo e que tem uma distribuição de renda duvidosa, torna esse caminho todo mais esburacado e cheio de obstáculos, o que dificulta terminar o trajeto e chegar a tão sonhada felicidade (se é que ela não passa de um sonho mesmo).O caminho do esforço é o mais injusto dos três mas também o mais glorioso se um dia alcançado.

E para você, falta muito para alcançar o caminho da felicidade?

Abraços a todos, e até a proxima (Inã).

03/08/2007

Livro de cabeceira



Nesta sexta feira corrida onde estive organizando toda minha mudança lá na agência, já que estamos mudando de andar, eu recebi um belo presente que eu havia encomendado há alguns dias com a galera. O livro inglês Guerrilla Advertising Unconventional Brand Communication, foi escrito por Gavin Lucas e tem a boa direção de arte de Michael Dorrian.

Essa biblia para todos que adoram essa ferramenta de publicidade foi lançada em 2006 pela Laurence King Publishing Ltda.

O mais interessante desta publicação é que está toda recheada de imagens e fotos tiradas das diversas ações não convencionais da propaganda realizadas em diversos paises do mundo, além de conter todos os créditos da campanha, e a sinopse de o que foi feito.

Para todos que são assim como eu, apaixonados pela Propaganda de Guerrilha, encomende o seu aqui agora.


Top 5 Criativos.

Fala pessoal, hoje sexta-feira vou fazer um post meio curto aqui no Bloguerreiros, pois estou com problemas na internet (hehehe).

Bom, acredito que cada um de nós deve ter alguém em que nos inspiramos. Aquelas pessoas que nos fazem sonhar em um dia ser tão bem sucedido na carreira ou na vida como elas. Através dos atos e exemplos de vida das pessoas que admiramos podemos nos tornar cada vez melhores, sempre tendo a nossa própria identidade. Quem sabe
não seremos influência para a geração que está por vir.

Tendo isso em mente, resolvi fazer um Top 5 Criativos. Pessoas que
eu admiro e tenho como exemplo em minha vida, principalmente profissional.

Vejam abaixo:

1º - Washington Olivetto
Dispensa comentários. Washington é um símbolo de criatividade no
Brasil e no mundo, sendo um dos publicitários mais premiados entre
todos.

2º - Thomas Edison

Um dos maiores inventores do mundo. Edison é um dos precursores da
tecnologia do século XX. A ele são atribuídas mais de 1300 patentes
(das quais várias centenas são de fato de sua própria autoria).

3º - Vinícius de Moraes
Já leu algum texto ou já ouviu alguma música dele? Não sabe o que
está perdendo. Vinícius é um baita compositor de sucesso. Seus
textos são de emocionar.

4º - Steve Jobs
O pai da inovação. A marca Apple ganhou uma notoriedade incrível no mundo e está cada vez mais tomando conta do mercado(Ex: iPhone). Jobs tem muito pra inovar daqui pra frente.

5º - Angus Young
Um dos melhores guitarristas do mundo. Se tornou um ícone internacional do rock e revolucionou com a sua banda: AC/DC. Angus é bem conhecido pelos trajes em que ele veste nos shows(uniforme da escola) e por seus maravilhosos e criativos riffs e solos de guitarra.

Esse é o meu top 5.

E o seu?


;-D

Bruno Delfino.
http://by-theway.blogspot.com

02/08/2007

Quem gosta dessa batida?

Já faz certo tempo que a Coca-Cola colocou no ar a campanha “Viva a diferença”. Em parceria com a MTV, lançou o programa Estúdio Coca-Cola, onde artistas de tribos completamente opostas se juntam para fazer um show. Logo abaixo, você assiste à mais recente campanha do projeto criado pela JWT.



Para justificar o slongan "juntar as diferenças é o que toca", verdadeiros frankeisteins musicais são criados, como por exemplo, botar para cantar lado a lado CPM 22 e Babado Novo, NX Zero e Armandinho.

Aí, fico me perguntando: é uma ótima ação para fixar a marca, mas fica meio bizarro pensar em dois grupos com gostos radicalmente diferentes curtindo o mesmo show. Já pensou os emos com os surfistas dividindo a mesma área? É, no mínimo, bizarro.

Caio Costa, do Blogcitário – www.blogcitario.com

B,Berimbau

Acabei de receber um e-mail do leitor do Portifólio Publicitário, Diego De Mathia, que faz parte da agência B,Berimbau de Santa Catarina. No e-mail, que reproduzirei abaixo, estava anexado o anúncio que vocês vêem acima, criado pelo próprio Diego em conjunto com Everton Milioli e com direção de criação de Beto Soares. A peça é alusiva ao trágico acidente envolvendo um avião da TAM que abalou todo o país. Clique na imagem para ampliá-la e ler o texto. Confira o texto do Diego abaixo, resolvi reproduzi-lo pois achei muito apropriado para o momento.

Caro Duda, acompanho seu blog há algum tempo, então estou mandando minha contribuição. Segue, em anexo um anúncio que a agência em que trabalho criou e foi enviada a todos os nosso clientes.
Creio que nós como publicitários temos um papel importante como formadores de opinião e por isso não podemos nos afastar de entrar na discussão e dizer que estamos indignados com o que está acontecendo. Claro que ficar só nas palavras não basta, mas é nosso papel provocar discussão, fazer com que as pessoas reflitam sobre as merdas que acontecem em nosso país, sobre a lentidão das autoridades em relação, não só a política, decisões estratégicas ou economia, mas sim, com a vida de todos nós.

Diego De Mathia.

Concordo com o Diego, devemos sempre nos manifestar em prol da melhora de nosso país.

01/08/2007

Propaganda polêmica

Esse é mais um filme que foi obrigado a sair do ar por motivos óbvios. Assista primeiro e continuamos na seqüência.



Eu fico imaginando o que passa na cabeça dos caras que jogam uma coisa dessa no ar. Obviamente o anúncio foi convidado a sair do ar pela Associação de Policiais de Ontário, no Canadá, que se sentiu ofendido com as cenas. E numa decisão politicamente correta, a montadora Kia concordou em substituir o anúncio e acabar com a polêmica toda.

A associação se uniu a grupos policiais de Quebec para protestar contra o anúncio, alegando que a propaganda era sexista e "humilhava" as policiais femininas. Uma autoridade local também escreveu uma carta expressando seu desapontamento com a empresa.

A Kia propôs transmitir o comercial apenas durante a noite, mas isso não foi considerado suficiente para a associação de policiais, que exigiu que a propaganda fosse mesmo retirada do ar.

O anúncio divulga o carro Kia Spectra 5 e só no meio da propaganda o telespectador descobre que se trata de uma policial. Quando ela ouve o rádio de polícia em seu carro, volta para a viatura e vai embora.

89 Fm X Mix Fm




As rádios 89Fm (antiga rádio rock) e a 106.3 Mix Fm, estão em pé de guerra e em guerrilha total, tudo porque a 89Fm caiu na besteira de dar um IPHONE, o sonho de consumo de qualquer um, só que como moramos em um país um tanto quanto "atrasado" o IPHONE não irá funcionar aqui no Brasil, devido ao contrato com a Operadora dos EUA., na verdade, ele pode até funcionar mas o contrato dá exclusividade a Operadora Americana, ou seja, em cada ligação no Brasil você teria que pagar um interurbano.


A Mix Fm percebendo este tamanho furo, criou uma vinheta "gozando" da sua rival, já que o IPHONE não poderá ser utilizado, e ainda criou uma Promoção dando um celular por semana e como diz no site, QUE FUNCIONA NO BRASIL.



As provocações não param por aí, a 89Fm diz que as outras emissoras tocaram a música nova do Justin 39 dias, após a 89Fm ter tocado (ou seja, eles prestaram atenção hein !!!) rs...