27/04/2007

Mais Cultura, Menos Aquecimento

Estourei meu horário, mas cá estou eu para dar mais uma MAGNÍFICA notícia!

Dizem que a meta de todo homem é ter um filho, plantar uma árvore e escrever um livro. Vale salientar que, aparentemente, estas metas sejam um tanto sem nexo, mas pensemos por um outro lado: livro, filho e árvore são cuidados desde a idéia inicial, o zigoto, a semente. Igualmente são acompanhados de perto pela vida afora, pelos pais ou por outros, não importa idade, tamanhos alcançados, lugar em que estejam, com quantos se relacionem, e, os frutos que deles advenham, seja novo livro, o filho do filho, ou a origem de outra árvore. O dito popular é muito sábio, pois oportuniza a todas as pessoas, em todos os níveis e em qualquer atividade, alcançar a realização. E, porque quando realizados com paixão e amor, não há diferenças entre os três.

By the way, porém continuando no mesmo trajeto... A prefeitura de São José do Rio Preto está dando uma forcinha para aquele cara que não sabe por onde começar sua meta. Sim! Atualmente há um decreto municipal dizendo que a cada criança nascida, uma árvore plantada. Visando que hoje em dia vivemos no caos do aquecimento global, esta é uma boa maneira de contribuir com o bem estar social.

Essa idéia não precisaria limitar-se apenas naquelas redondezas, mas expandir-se, mesmo porque, o mundo todo está vivendo nessa estufa. Mas como a vida não é feita somente de filhos e ar fresco, cobraremos aquele velho livro, com linguagem erudita e palavras bonitas.

2 comentários:

Inã disse...

Muito legal Carol, as pessoas tem que ter atitude por que vai deixando tudo pra depois e um dia esse depois vai ser tarde de mais...

Alex Gonçalves disse...

Good!