28/09/2007

Voltando




Eu sei que vocês já não aguentavam mais de saudades. Sim, eu sei que era só uma vez por semana, mas vocês adoravam. Sim, eu sei que ficar tanto tempo sem foi horrível, eu sei, mas finalmente tudo voltou ao normal. Não, eu não to falando dos meus posts aqui, eu to falando das grandes séries americanas que tiveram os seus Premieres (Primeiros episódios da temporada) exibidos nessa semana. Heroes, House e The Office, todas tiveram episódios inéditos exibidos essa semana depois de meses de espera.

A primeira de todas foi Heroes, que teve o início de sua segunda temporada na segunda-feira. A temporada começou ótima, mesmo tendo um episódio morno. Um leque de mistérios e dúvidas foi aberto nesse episódio, o que é garantia de ótimos episódios vindo pela frente. O episódio se passa 4 meses depois do encerramento da primeira temporada, e mostra como os principais personagens reagiram aos acontecimentos. Dentre a série de acontecimentos do episódio, os principais mistérios ficam com o assassinato do pai de Hiro, o novo amigo de Claire, e o que aconteceu com Peter.

No dia seguinte, terça-feira, matamos a saudades do nosso médico favorito. Sim, House voltou, mais ácido, frio e engraçado. O episódio foi realmente muito bom, já que com a saída dos "ducklings" o foco no trio House-Cuddy-Wilson foi muito maior, mostrando que a dinâmica que rola entre os três é impressionante. House se mostra abalado com o afastamento do seu time, e resolve trabalhar no caso sozinho, indo contra os pedidos de Cuddy. Wilson, que também acha que House precisa de uma equipe, tomou uma decisão mais drástica e sequestrou o ente mais querido de House, sua Fender 1967 de 12mil doláres. Após quase perder a paciênte House resolve começar uma série de entrevistas para uma nova equipe, encerrando o episódio da melhor maneira possível.

Tendo a quarta-feira pra recuperar o fôlego, a empresa Dunder Mifflin reabiu as suas portas. Sim, saiu ontem o primeiro episódio da quarta temporada de The Office. Com um episódio de 1 hora (O dobro dos episódios normais), os roteiristas mostraram que 2 anos de exibição não a impediram de ser uma das melhores séries de comédia em exibição. O episódio é focado na tentativa de Michael se desculpar pelo acidente com Meredith, o que resultou em uma corrida beneficiente. O episódio é realmente excelente, espero que consigam manter o nível.


A quem interessar, voltei a postar no blog. Postarei aqui toda sexta-feira, no mesmo esquema de antigamente. Isso aqui vai funcionar como uma coluna cultural para o blog, espero que gostem. Pra melhorar um pouco,  nos últimos posts de cada mês deixarei umas recomendações pra vocês.

Lição de casa:

A leitura recomendada desse mês é a História em quadrinhos Preacher, que está sendo lançada aqui pela Pixel, e teve as primeiras edições lançadas pela Devir. Para ouvir, recomendo o novo CD do Foo Fighters, Echoes, Silence, Patience & Grace.

- Renato Fernandes
www.clearspot.blogspot.com

3 comentários:

Bruno Delfino disse...

Aeeeee !

Welcome back Renato.

Teus posts são muito bons cara. Tava com saudade de lê-los.

hehhe

Abraço.

Bruno Delfino.
http://by-theway.blogspot.com

Caio disse...

Li apenas o parágrafo sobre Heroes, pois House e The Office estou fazendo uma maratona intensiva diariamente para alcançar as 4ªs temporadas de House e The Office.
Bem vindo de volta :)

Malucom disse...

House é bacana mesmo, mas Heroes eu não gosto. Acho uma tremenda série picareta rechaeda de clichês.
Legal que seus posts vão ser voltados para dicas de cinema, séries, quadrinhos, etc, pois são assuntos que eu adoro rsrs

Aguardo pelas dicas e bem vindo de volta